Reforço de História 5º Ano – Ensino Fundamental 1

REFORÇO DE HISTÓRIA 5º ANO [ PARTE 1 ]

QUESTÃO 11
Ao longo da história do Brasil colonial, muitas lutas ocorreram em busca de liberdade em relação
a Portugal. Dentre as principais lutas que aconteceram na época da colônia, podem-se destacar
a Inconfidência Mineira, ocorrida na região de Minas Gerais, em 1789, e a Conjuração Baiana,
ocorrida na Bahia, em 1798.
Sobre esses dois movimentos, pode-se afirmar que:
a) apenas homens ricos, intelectuais, militares e padres participaram da Conjuração Baiana.
b) a Inconfidência Mineira e a Conjuração Baiana foram movimentos de apoio à Coroa
portuguesa.
c) a elite, os escravos libertos, os comerciantes e os alfaiates participaram da Inconfidência
Mineira e da Conjuração Baiana.
d) apenas a Conjuração Baiana defendeu o fim da escravidão e melhores condições de vida para
os mais pobres.
e) a Coroa portuguesa fez acordos com os revoltosos para conter a Inconfidência Mineira e a
Conjuração Baiana.

Resposta correta: D
Apenas os membros da Conjuração Baiana – elite, escravos libertos, pequenos comerciantes e
alfaiates – defenderam o fim da escravidão, diferentemente dos membros da Inconfidência Mineira,
que desejavam mantê-la. Isso aconteceu porque parte dos líderes da Inconfidência Mineira eram
senhores de escravos. Sem essa mão de obra, a elite da região de Minas Gerais teria grande parte
de sua riqueza comprometida.

QUESTÃO 12
Observe o quadro a seguir:

fundamental 1 historia 2016 q12 5 ano

Ao assumir o trono, ainda adolescente, D. Pedro II contrariou a Constituição de 1824. Por outro lado,
tinha como missão apaziguar as disputas políticas e revoltas internas que ameaçavam a unidade
do Império.
O quadro e o texto acima remetem ao(à):
a) Dia do Fico.
b) Regência Una.
c) Regência Trina.
d) Primeiro Reinado.
e) Golpe da Maioridade.

Resposta correta: E
De acordo com a Constituição de 1824, D. Pedro II só poderia se tornar imperador ao completar 18 anos.
Assim, os políticos da época articularam a antecipação da maioridade de D. Pedro II, que tinha apenas
14 anos, sob o argumento da necessidade de que o herdeiro legítimo do trono assumisse o governo
para garantir a unidade do Império – ameaçada por revoltas e disputas políticas. Esse episódio ficou
conhecido como Golpe da Maioridade.

QUESTÃO 13
Observe a ilustração a seguir, feita por Angelo Agostini para a Revista Illustrada, de 1887, publicada
um ano antes da abolição da escravidão no Brasil:

fundamental 1 historia 2016 q13 5 ano

Disponível em: <www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2237-101X2015000200418>. Acesso em: 8 jul. 2016.
Analisando atentamente a imagem, é possível perceber dois grupos distintos disputando um
escravo. Esses grupos tinham grande interesse na questão da abolição da escravidão. Em relação
a esse período, identifique os grupos retratados na imagem e o interesse deles no que diz respeito
aos escravos:
a) são os comerciantes e os membros do movimento abolicionista. Ambos se posicionam pelo
fim da escravidão.
b) são os fazendeiros, que se posicionam contra o fim da escravidão, e os integrantes do
movimento abolicionista.
c) são os membros do exército e os integrantes da elite imperial. Ambos se posicionam pela
continuidade da escravidão.
d) são os traficantes, preocupados em manter o comércio de escravos, e os descendentes de
escravos libertos.
e) são os empresários, interessados na mão de obra livre, e os políticos, contrários à aprovação
das leis abolicionistas.
Resposta correta: B

A partir de 1850, o movimento abolicionista ganhou força no Brasil. Seus grandes opositores eram
os fazendeiros proprietários de escravos, que usavam amplamente a mão de obra escrava. Como
eram homens poderosos e influentes na economia e na política brasileira, esse grupo conseguiu
adiar o fim da escravidão até o final do século XIX. Por isso, a abolição da escravidão no Brasil se
deu de forma gradual, com a aprovação das leis Eusébio de Queiroz (1850), Ventre Livre (1871),
Sexagenários (1885), até, por fim, a Lei Áurea (1888).

REFORÇO DE HISTÓRIA 5º ANO [ PARTE 2 ]

QUESTÃO 11
Observe a bandeira de Minas Gerais:

fundamental 1 historia 2017 q11 5 ano

Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Bandeira_de_Minas_Gerais.svg>. Acesso em: 14 jul. 2017.

A frase escrita na bandeira significa “liberdade ainda que tardia” e refere-se à Inconfidência Mineira,
ocorrida em 1788 na cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais.
Para os inconfidentes, “liberdade” era:
a) o fim da escravidão.
b) ter um salário mais alto.
c) tornar-se independente de Portugal.
d) acabar com as desigualdades sociais.
e) criar uma nova Constituição para o país.

Resposta correta: C
A Inconfidência foi um movimento cujo objetivo principal era a independência em relação a Portugal.
Alternativa a: incorreta. O grupo dos inconfidentes era liberal e defendia a escravidão, portanto não
era abolicionista.
Alternativa b: incorreta. Os inconfidentes não eram trabalhadores assalariados, e sim membros da
burguesia que lutavam pelo fim da exploração portuguesa.
Alternativa d: incorreta. Os inconfidentes mobilizaram-se para combater a exploração feita por
Portugal por meio da cobrança de impostos, e não para lutar contra desigualdades sociais do Brasil.
Alternativa e: incorreta. O movimento teve uma ação local, liderado por pessoas que queriam a
independência da província de Minas Gerais, e não uma mudança no país.

QUESTÃO 12
Leia o trecho de uma música a seguir:
[…]
Mãe! Aqui crescemos subnutridos de amor
A distância de ti, o doloroso chicote do feitor
Nos tornou algo nunca imaginável, imprevisível
E isso nos trouxe um desconforto horrível
As trancas, as correntes, a prisão do corpo outrora
Evoluíram pra prisão da mente agora
[…]
A falsa abolição fez vários estragos
Fez acreditarem em racismo ao contrário
Num cenário de estações rumo ao calvário
Heróis brancos, destruidores de quilombos
Usurpadores de sonhos, seguem reinando
Mesmo separado de ti pelo Atlântico
[…]
Disponível em: <www.letras.mus.br/gog/872766/>.

Acesso em: 14 jul. 2017.
A escravidão foi abolida no Brasil em 1888, porém, o autor da música fala de uma falsa abolição
porque:
a) oficialmente, a escravidão ainda existe no Brasil até os dias de hoje.
b) os proprietários de escravos saíram perdendo com a abolição da escravidão.
c) a igualdade entre brancos e negros só foi alcançada com a assinatura da Lei Áurea.
d) a discriminação é cometida pelos negros em relação aos brancos.
e) apesar do fim da escravidão, não houve melhora significativa na vida dos negros no Brasil.

Resposta correta: E
O fim da escravidão não veio acompanhado de políticas de reparação financeira, nem houve
preocupação em oferecer aos libertos instrução, trabalho ou terras, o que manteve uma grande
massa de pessoas na pobreza, de forma que seus efeitos são evidentes até hoje na sociedade
brasileira.
Alternativa a: incorreta. Apesar de existirem várias fazendas e empresas que foram autuadas por
trabalho escravo no Brasil, ele não existe legalmente, sendo considerado um crime.
Alternativa b: incorreta. Muitos donos de escravos foram contra a abolição, pois para eles as pessoas
escravizadas eram uma mercadoria valiosa. Muitos deles queriam que o governo lhes indenizasse
para não perder seus investimentos. Contudo, a falsa abolição a que o artista se refere não é para
dizer que os proprietários de escravos saíram perdendo, mas sim que os ex-escravos não tiveram
muito ganho com sua libertação.
Alternativa c: incorreta. A Lei Áurea decretou o fim da escravidão, porém não houve grande melhora
na desigualdade racial no Brasil.
Alternativa d: incorreta. Segundo a música, a ideia de que o negro é racista com o branco, que o
autor chama de racismo ao contrário, foi um dos efeitos da falsa abolição, pois, na prática, ela não
trouxe igualdade racial.

QUESTÃO 13
Leia, a seguir, o trecho de um jornal:
A Câmara dos Deputados nunca pode ser perigosa à nação nem ao monarca, porque este tem
o Poder Moderador para vigiar sobre ela, e evita todos os males que ela possa fazer, dissolvendo-a.
Disponível em: <http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=749700&pesq=moderador&pasta=ano%20182>.
Acesso em: 14 jul. 2017.

O texto fala sobre o Poder Moderador, presente na Constituição de 1824. Exercido por Dom Pedro I,
esse poder:
a) trazia igualdade de poder entre deputados e imperador.
b) colocava o imperador acima dos outros poderes.
c) acabava com a separação dos três poderes.
d) dava mais poder aos deputados.
e) moderava o poder do imperador.

Resposta correta: B
O Poder Moderador estava acima do Executivo, Legislativo e Judiciário; portanto, dava ao imperador
o controle de todos os poderes.
Alternativa a: incorreta. As decisões dos deputados não eram soberanas, deveriam passar pelo
imperador, por isso não existia igualdade de poderes.
Alternativa c: incorreta. Apesar de o Poder Moderador estar acima dos três poderes, eles continuaram
existindo.
Alternativa d: incorreta. Com a Constituição de 1824, os poderes dos deputados estavam sujeitos
ao imperador.
Alternativa e: incorreta. O Poder Moderador ampliava os poderes do imperador.

REFORÇO DE HISTÓRIA 5º ANO [ PARTE 3 ]

Questão 11
Observe a charge a seguir.

fundamental 1 historia 2018 q11 5 ano

Disponível em: <http://www.canalkids.com.br/cultura/historia/galinha.htm>. Acesso em: 18 jul. 2018.

A charge apresentada compara o Brasil a uma galinha que bota ovos de ouro e que está acorrentada
a um rei. Assinale a alternativa que explica, de acordo com os fatos históricos, por que a galinha
aparenta um ar de tristeza.
a) Porque o ouro produzido pelo Brasil ia, em grande parte, para o rei de Portugal.
b) Porque o Brasil era uma colônia que atendia aos interesses da França.
c) Porque o ouro do Brasil era pouco, e o rei de Portugal não se interessava pela colônia.
d) Porque o povo escravo fez várias tentativas de decretar a independência do Brasil.
e) Porque os escravos escondiam o ouro e não pagavam os impostos para Portugal.

Resposta correta: A
O Brasil é comparado a uma galinha dos ovos de ouro, pois a riqueza gerada pelo ciclo do ouro
brasileiro foi muito importante para Portugal.
Alternativa B: incorreta. No Período Colonial, os portugueses lutavam contra os franceses na costa
brasileira.
Alternativa C: incorreta. O ouro foi abundante durante o seu ciclo, e não escasso. Além disso, o rei
de Portugal tinha muitos interesses no Brasil, especialmente econômicos.
Alternativa D: incorreta. Os escravos se organizaram em algumas rebeliões e fugiram para
quilombos em busca de liberdade, mas o ar de tristeza da galinha está ligado à sua submissão, pois
ela representa a colônia que era obrigada a gerar riquezas para Portugal.
Alternativa E: incorreta. A sonegação de impostos a Portugal era uma prática generalizada dos
senhores de escravos, e não dos escravos, que não podiam sonegar o que não lhes pertencia.

Questão 12
Leia o texto a seguir.
Mas, mesmo assim,
Ainda guardo o direito
De algum antepassado da cor
Brigar sutilmente por respeito
Brigar bravamente por respeito
Brigar por justiça e por respeito
De algum antepassado da cor
Brigar, brigar, brigar
A carne mais barata do mercado é a carne negra.
Wilson Capellette; Marcelo Yuka; Seu Jorge. “A carne”. In: Do coxis até o pescoço, 2002.

Esse trecho da canção “A carne”, que, na voz de Elza Soares, tornou-se um hino do movimento
negro brasileiro, trata da(s):
a) diferenças raciais superadas pela luta dos escravos.
b) crescente desvalorização da contribuição negra para o Brasil.
c) leis que tratavam da restrição e da abolição da escravidão.
d) luta contínua pela cidadania dos negros no Brasil.
e) igualdade social conquistada pelos negros após séculos de lutas.

Resposta correta: D
A canção trata da luta pelos direitos dos negros desde a escravidão, luta que permanece até os dias
de hoje, pois o Brasil ainda é um país em que persiste a desigualdade racial.
Alternativa A: incorreta. Apesar das conquistas do movimento negro ao longo da história, todos os
indicadores sociais demonstram que a igualdade está longe de se concretizar, o que é reforçado
pelo refrão da canção.
Alternativa B: incorreta. Apesar dos percalços que ainda existem, é inegável que a contribuição
negra para o país tem sido, ainda que lentamente, valorizada.
Alternativa C: incorreta. O trecho da canção não trata das leis promulgadas no século XIX sobre a
escravidão: lei Eusébio de Queirós, lei do Ventre Livre, lei dos Sexagenários e lei Áurea.
Alternativa E: incorreta. Apesar de inegáveis avanços, ainda há no Brasil uma desigualdade racial
que aparece em todas as estatísticas relacionadas a questões sociais, como no nível de renda e de
educação, na população carcerária, na expectativa de vida e na mortalidade infantil, com índices
sempre desfavoráveis aos negros.

Questão 13
Observe a imagem a seguir.

fundamental 1 historia 2018 q13 5 ano

Carlos Eduardo Novaes; César Lobo. História do Brasil para principiantes. São Paulo: Ática. p. 40.

Nos primeiros anos da chegada dos portugueses ao Brasil, os colonizadores não encontraram ouro
ou outros minérios preciosos. Por isso, os portugueses passaram a negociar com os indígenas a
extração do pau-brasil, e essa é a primeira das causas da devastação da mata atlântica que vemos
hoje.
A relação de troca de mercadorias, que aparece na charge, entre indígenas e portugueses na
chegada dos europeus ao Brasil, é conhecida por:
a) escambo.
b) compra.
c) invasão.
d) doação.
e) encomenda.

Resposta correta: A
A troca de objetos sem uso de dinheiro chama-se escambo.
Alternativa B: incorreta. Para que fosse uma compra, a relação de troca precisaria envolver
dinheiro, que não existia nas sociedades indígenas do Brasil.
Alternativa C: incorreta. A charge mostra uma relação em que as partes estão de acordo, ainda que
uma delas leve desvantagem.
Alternativa D: incorreta. Não há doação, uma vez que ambas as partes recebem um tipo de
mercadoria.
Alternativa E: incorreta. Uma encomenda pressuporia que os indígenas conhecessem os objetos
que os portugueses tinham e os pedissem antecipadamente, o que não aconteceu.

Apostila de Reforço Escolar do 1° ao 5° ano para MELHORAR o Desempenho das Crianças!

SIM, QUERO APOSTILA DE REFORÇO!
Apostila 100% digital.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!